quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Codinome Beija-Flor

1 comentários




Pra que mentir
Fingir que perdoou
Tentar ficar amigos sem rancor
A emoção acabou
Que coincidência é o amor
A nossa música nunca mais tocou...
Pra que usar de tanta educação
Pra destilar terceiras intenções
Desperdiçando o meu mel
Devagarzinho, flor em flor
Entre os meus inimigos, beija-flor
Eu protegi o teu nome por amor
Em um codinome, Beija-flor
Não responda nunca, meu amor
Pra qualquer um na rua, Beija-flor
Que só eu que podia
Dentro da tua orelha fria
Dizer segredos de liquidificador
Você sonhava acordada
Um jeito de não sentir dor
Prendia o choro e aguava o bom do amor
Prendia o choro e aguava o bom do amor

Comentário:

"Acho que é uma música que diz tudo sobre o momento que estou passando.
Não adianta fechar os olhos, para tentar de novo.
Não adianta tentar mais uma vez, só porque você sente amor.
Uns podem dizer que eu complico demais, mas só eu sei o que passamos e para mim não dá mais.
Quero algo sem complicação, ser feliz de novo.
Acredito que a música já diga tudo.

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Acabou ...

9 comentários

É tudo que começa, um dia acaba de um jeito ou de outro.
E como não sou diferente, acabou.
Acabou mas foi bom enquanto durou... super clichê.
Poderia ter durado mais, mas não sei se seria um relacionamento saudável, porque saudável já não estava mais sendo.
Pode ser que daqui a um dia, um mês, um ano, a gente volte a se ver e as diferenças estejam menores, o amadurecimento maior de ambos os lados.
A saudade existe, alias, quando terminamos um relacionamento ela sempre estará lá, ainda mais se você via seu namorado direto, se sempre saiam juntos, pois é difícil você não ter mais aquela pessoa sempre ao seu lado, às vezes você pode ate confundir essa saudade com arrependimento e vontade de voltar, mas ai pensamos em tudo que já passamos e vemos que é melhor assim.
É não é fácil, eu já pensei tanta coisa, mas principalmente:

Onde nos perdemos?

Olhamos fotos antigas no começo de namoro, e lembramos o quanto tudo era bom.
É mais o tempo vai passando, e vemos quem nem tudo são flores, as brigas aparecem, os defeitos também e a gente tem que aprender a conviver com eles.
Por favor, não me entendam mal, todos temos defeitos, mas eu acredito que vamos aprendendo com qual conseguimos conviver, com qual conseguimos lidar.
Alguns até pensam, como o Bell Marques do Chiclete: “Se foi para terminar porque que começou, tinha que ser para sempre.
Pensam, como se o tempo que ficaram juntos não valeu de nada, e não é bem assim, no fim pode ter dado errado, mas e os dias, meses, anos que vocês ficaram juntos?
Você sempre aprende...
Eu aprendi tanto, aprendi o que quero para mim, aprendi que não podemos exigir tanto de alguém, não só pedir mudança, mas também mudar e esteja preparado pra ela, pois você sempre vai mudar algo.
Aprendi que confiança se quebra apenas uma vez, ela nunca mais vai ser a mesma por mais que a pessoa te ame.
Aprendi o que já citei acima, que temos que procurar não uma pessoa perfeita, mas que tenha defeitos que você consiga lidar.
Aprendi que você não pode exigir que a pessoa aprenda, se você mesma não esta disposta a ver ela se arriscando a errar.
Aprendi que a muito fácil falar que ele está errado, mas não olhar meus próprios erros.
Às vezes, nem nos damos conta, de que aprendemos tanto, mas a vida nos mostra o quanto amadurecemos a cada relacionamento, a cada briga, a cada perda.
Eu conheci mais a mim mesma.
Assim, como aprendi, ensinei então como falar: “Se foi para terminar, porque que começou?”
Eu agradeço pelos momentos, e mesmo com tantas brigas, eu aprendi, chorei, mudei, sorri, senti prazer, raiva.
Obrigada!

Foi bom enquanto durou e algum lugar aqui a esperança mínima ainda existe, mas não pra agora, talvez um dia.

segunda-feira, 27 de setembro de 2010

As areias do Tempo - Sidney Sheldon

5 comentários


Livro de fácil leitura, mas que em minha opinião, não é o melhor livro dele.
O livro, aborda muito a vida das freiras e o porque de terem escolhido essa vida, ele passa a imagem de que é sempre por estar fugindo de alguma coisa, acaba ficando um jeito apelativo, por mostrar direto a falta que elas tem em sexo =p, lógico que ele escreveu para se encaixar na ficção.
Eu sempre tive curiosidade para saber os motivos que levam elas a vida religiosa, pois acho linda a fé que algumas pessoas têm, aquela fé inatingível *-*
Outro assunto também que ele aborda muito é sobre o povo basco, que para ser sincera eu era TOTALMENTE ignorante no assunto, mas fiquei curiosa...
As histórias entre si são boas, mas achei meio previsível.

“A principal característica da questão basca é que os bascos lutam para manter sua identidade como povo, sua língua, cultura e modo de vida. Ao invés de serem incorporados e suplantados por outra cultura, como a maioria dos povos que habitaram a Península Ibérica e a Europa. Outro ponto interessante é o apoio que a luta armada do grupo guerrilheiro ETA (Euzkadi Ta Askatana, que em vasconço significa “Pátria Basca e Liberdade”) tem da população basca. Ou, pelo menos tinha.”.

Fonte: Infoescola

"Euzkadi Ta Askatana (ETA) significa na língua basca Pátria Basca e Liberdade. Essa organização nasceu como um movimento socialista fundado em 1959 a partir da atividade de vários grupos culturais e políticos que atuavam na sociedade.
O desenvolvimento de uma política socialista e ao mesmo tempo nacionalista esteve vinculada a história mais recente do povo basco: durante a Guerra Civil Espanhola (1936-39) a maioria da população basca apoiou os republicanos, aliados naquele momento aos socialistas e anarquistas, provocando violentas represálias por parte dos fascistas, sendo que o episódio mais conhecido foi o bombardeio da cidade basca de Guernica no dia 26 de abril de 1937, quando a aviação da Alemanha nazista lançou bombas incendiárias, matando mais de 1000 pessoas. A ditadura fascista do general Franco reprimiu com grande violência todos os movimentos nacionalistas. No País Basco, o vasconço foi proibido assim como qualquer manifestação política ou cultural dos bascos. O Estatuto de Autonomia que havia sido aprovado pelas Cortes em 1936 foi suprimido. A repressão sobre os bascos contribuiu de decisivamente para o radicalismo no interior da ETA e na segunda metade dos anos 60 a organização passou a luta armada, tendo como alvo os membros do aparato de repressão. Sua ação mais espetacular foi o atentado que matou o Primeiro Ministro, Almirante Luiz Carrero Blanco, provável sucessor de Franco, em 1973. Durante a ditadura certos assassinatos políticos tiveram grande apoio popular. "


Fonte: História da net

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Adote!!

2 comentários

A Ong "Cão sem Dono" está precisando muito da ajuda de vocês.
Com os canis super lotados e com os cãezinhos querendo um lar *-*, eles estão precisando muito de pessoas que estejam dispostas a dar muito amor e carinho para esses cãezinhos.
Tenho certeza de que eles faram muita diferença para você que já pensa em adotar ou ter um cãozinho, eu bem que gostaria, mas como não posso (família não quer ¬¬), estou aqui divulgando mais uma vez a Ong para quem quiser adotar ou até mesmo ajudar de alguma forma.
A Ong está precisando também de COBERTORES, pois os cãezinhos estão passando muito frio a noite lá na Ong, então quer puder ajudar com o cobertor ou até mesmo ajudar na vaquinha, cada cobertor custa em média R$ 5,70 e eles estão precisando de uns 150 cobertores.

Quem quiser ajudar de alguma forma ou quiser conhecer mais sobre a Ong:

Bradesco
Agência: 1480
Conta corrente: 39641-9

Itau
Agência: 7847
Conta corrente: 01301-3

Favorecido: Cão Sem Dono - CNPJ: 10157938/0001-73

Ou entre em contato:
Rafael R Miranda
Equipe Cão Sem Dono
Tel. (11) 6344-0509
rafael@caosemdono.com.br
www.caosemdono.com.br
http://blog.caosemdono.com.br
http://twitter.com/caosemdono

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Escolhas

8 comentários


O que é certo? Qual o caminho que eu devo seguir?
É difícil distinguir, estou passando por fases de escolhas e escolhas sempre nos fazem pensar sobre o certo e o errado de nossas atitudes e como essas te influenciam.
Você fazer o certo vai te deixar feliz? Não? Então se deixa triste é certo?
Que rumo tomar? Que faculdade fazer? Quem é realmente meu amigo? Será que esse é o emprego que eu gostaria para mim?
Era tão fácil quando éramos crianças e tínhamos quem tomasse nossas decisões, não precisávamos ficar com medo de estar tomando o caminho errado, não precisamos ficar com medo de não podermos voltar atrás.
Você tem dúvidas sobre que faculdade fazer? Que rumo tomar? Pois bem, você tem tempo de pensar sobre isso, na verdade, vão dizer para você que você tem a vida inteira, mas não é verdade, o mercado te exige no mínimo, que esteja cursando ensino superior, mas e aí se você não se decidiu nem que curso fazer, como vai cursar uma faculdade?
Ai que chegou o dia que você para e pensa: Nossa, eu tenho que tomar uma decisão LOGO.
Eu, particularmente, sempre fiquei em dúvida sobre que faculdade fazer, já quis fazer: Veterinária, Biologia, Tradução e Interprete, Turismo, Administração, mas enfim, me decidi (Já não era tempo =p), me arrependo de não ter escolhido antes, pois hoje já estaria no final do meu curso e com um emprego encaminhado.
O mundo muitas vezes não nos prepara para vivermos sozinhas e para alguns tipos de escolhas, você simplesmente um dia acorda e vê que nada nem ninguém vai te ajudar, que para o seu melhor, VOCÊ tem que fazer suas escolhas.
Ou você toma atitude ou quebra a cara por não tomá-la, pois é a gente vai aprendendo.
Existem amizades que nos ajudam, lógico, aliás sem algumas delas, eu não sei se agüentaria, é como aquele trecho do poema de Vinicius de Moraes: “Eu poderia suportar, embora não sem dor, que tivessem morrido todos os meus amores... mas enlouqueceria se morressem todos os meus amigos!!!”, mas a escolha final mesmo é unicamente SUA, suas amizades te ajudam, querem seu melhor e tudo mais, mas quem no final vai dar a cara à tapa se você fizer a escolha errada, é simplesmente você.
Você tem que estar preparado para ser independente e tomar suas próprias decisões.
O mundo fala: Coloque tudo na balança e assim saberá a sua escolha!
Como se coloca na balança, coisas tão importantes?
Como você calcula o valor de um relacionamento, o valor do que alguém representa para você, num simples balanço? Eu simplesmente não consigo!
Falam também que o tempo cura tudo!
É verdade sim, o tempo cura tudo, tudo passa, mas será que eu estou preparada para que o tempo passe?
É, é difícil crescer, fazer escolhas, difícil pensar que você nunca teve medo de nada, e acabar percebendo que você tem medo, sim, medo de arriscar.
Não sei se faço o certo, às vezes só vemos que foi a escolha errada quando já quebramos a cara, mas o importante é suas decisões, se são certas ou erradas, o destino vai dizer.
Nessas horas, penso no livro que eu li da Mary Sheldon, que fala que não importa as escolhas que você faça o que tiver que acontecer, acontece!
Só isso que me conforta...
s2

sábado, 18 de setembro de 2010

Prisioneira Em Teerã

3 comentários

Minha Resenha:
A autora nos conta a história da sua vida (e que vida!)
Essas histórias reais e de sofrimento sempre serve para pensarmos: Nossa e eu reclamo tanto!
Pessoas que reclamam tanto do nosso país, lógico, e não devemos ficar calados diante de problemas, criticar sim, mas que sejam essas criticas construtivas, devíamos ser mais patriotas por ter um país livre de guerras cruéis, de liberdade de expressão, onde a mulher tem seu lugar.
Reclamamos quando ta frio, calor...
Quando o que a gente quer não dá certo.
E ela?
Ela é um exemplo de força.
Reclamar para que?
Sua fé era maior e inabalável mesmo diante da situação que seu país e que ela mesmo vivia.
Você lê e se vê perguntando:
Porque tudo isso?
Questão de política, religião.
Ao nosso ponto de vista, dá para ver claramente quem é o errado, mas na visão deles, estão lutando pelo seu país, pela sua fé.
Até onde a SUA fé pode chegar?
O livro mostra que nem tudo é o que parece, tem muita gente que queria sair do sistema, mas como todo sistema o difícil é sair.
Uma história sobre luta, e amor!

Algumas definições que podem te ajudar na hora da leitura:

× Revolução Iraniana
Caracerísticas:
• A impopularidade do regime dos xás: o xá foi obrigado a promover a revolução branca, pressionado pelas potências ocidentais(Reino Unido, Estados Unidos). A cultura ocidental estava penetrando no Irã na mesma proporção da opressão do regime político.
• Repressão política executada pelo Savak que empregava censura e recorreria a prisões, tortura de dissidentes, assassinatos de opositores ao regime implantado pelo xá Pahlavi.
• Os problemas do regime: a pobreza e a inflação, resultado das ações do xá Reza Pahlavi, foram objetos de programa econômico do governo, porém sem sucesso.
• O crescimento da rivalidade islâmica que se opôs a ocidentalização do Irã e viu em Aiatolá Khomeini um promotor da Revolução.
• A subestimação do movimento islâmico do Aiatolá Khomeini pela xá - que pensavam que eles seriam uma ameaça menor - e pelas medidas antissecularistas de Pahlevi - que pensavam que os pró-Khomeini poderiam ser menosprezados.
Islã.
A mensagem do Islão caracteriza-se pela sua simplicidade: para atingir a salvação, basta acreditar num único Deus, rezar cinco vezes por dia voltado para Meca, submeter-se ao jejum anual no mês do Ramadão, pagar dádivas rituais e efectuar, se possível, uma peregrinação à cidade de Meca.
O Islão é visto pelos seus aderentes como um modo de vida que inclui instruções que se relacionam com todos os aspectos da actividade humana, sejam eles políticos, sociais, financeiros, legais, militares ou interpessoais. A distinção ocidental entre o espiritual e temporal é, em teoria, alheia ao Islão.
× Marxismo
Segundo o marxismo, a característica central de qualquer sociedade está no modo de produção (escravista, feudal ou capitalista), que varia com a história e determina as relações sociais. Com o processo produtivo, os homens criam as próprias condições de sua existência. A história seria, então, o resultado das lutas entre os interesses das diferentes classes sociais. Esse conflito só desapareceria com a instalação da sociedade comunista, concebida como igualitária e justa. Nela, o Estado é abolido, não há divisão social nem exploração do trabalho humano, e cada indivíduo contribui de acordo com sua capacidade e recebe segundo sua necessidade.
Para o marxismo, o capitalismo é um sistema no qual a burguesia concentra o capital e os meios de produção (instalação, máquina e matéria-prima) e explora o trabalho do proletariado, mantendo-o numa situação de pobreza e alienação. Por estar baseado nessa característica contraditória, a de explorar seu próprio alicerce - a classe trabalhadora -, o sistema prepara o caminho para sua própria destruição. O capitalismo levaria a luta de classes a um ponto crítico, em que o proletariado, privado de sua liberdade por meio da contínua exploração, acabaria por se unir. A derrota da burguesia coincidiria com a instalação do comunismo.

× Comunismo
O comunismo é uma estrutura sócio-econômica e uma ideologia política, que pretende promover o estabelecimento de uma sociedade igualitária, sem classes e apátrida, baseada na propriedade comum e no controle dos meios de produção e da propriedade em geral, é geralmente considerado como um ramo do socialismo
Fundamentalismo islâmico > Um objetivo crucial do fundamentalismo islâmico, definido pelo ocidente é a tomada de controle do Estado por forma a implementar o sistema islamista, ou seja, que abrigue e coordene todos os aspectos sociais de uma sociedade através da sharia islâmica. O conceito de fundamentalismo islâmico designa a aspiração da instauração de um estado islâmico, a introdução da charia, ou a própria aplicação dela, do direito islâmico e ao seguimento das normas de Maomé e dos primeiros quatro Califas Sunitas.

× Esquerdismo
Anti-parlamentar ou extraparlamentar, Anti-capitalista e Anti-soviético (considerando o sistema soviético, como "capitalismo de estado").
Tais características acabam por definir o "esquerdismo" unicamente pelo seu negativo: além de ser anti-capitalista, também recusa o reformismo, a via parlamentar e o processo eleitoral, a social-democracia, o bolchevismo e assim por diante. Não há itens, por assim dizer, programáticos, afirmativos, comuns ao esquerdismo. Disso, resulta uma definição do esquerdismo como um conjunto de fragmentos do avesso do leninismo.

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Estudo Errado

3 comentários




Eu tô aqui Pra quê?
Será que é pra aprender?
Ou será que é pra aceitar, me acomodar e obedecer?
Tô tentando passar de ano pro meu pai não me bater
Sem recreio de saco cheio porque eu não fiz o dever
A professora já tá de marcação porque sempre me pega
Disfarçando, espiando, colando toda prova dos colegas
E ela esfrega na minha cara um zero bem redondo
E quando chega o boletim lá em casa, eu me escondo
Eu quero jogar botão, vídeo-game, bola de gude
Mas meus pais só querem que eu vá pra aula!" e estude!
Então dessa vez eu vou estudar até decorar cumpádi
Pra me dar bem e minha mãe deixar ficar acordado até mais tarde
Ou quem sabe aumentar minha mesada
Pra eu comprar mais revistinha do Cascão?
Não. De mulher pelada
A diversão é limitada e o meu pai não tem tempo pra nada
E a entrada no cinema é censurada (vai pra casa pirralhada!)
A rua é perigosa então eu vejo televisão
(Tá lá mais um corpo estendido no chão)
Na hora do jornal eu desligo porque eu nem sei nem o que é inflação
- Ué não te ensinaram?
- Não. A maioria das matérias que eles dão eu acho inútil
Em vão, pouco interessantes, eu fico pu..
Tô cansado de estudar, de madrugar, que sacrilégio
(Vai pro colégio!!)
Então eu fui relendo tudo até a prova começar
Voltei louco pra contar:

Manhê! Tirei um dez na prova
Me dei bem tirei um cem e eu quero ver quem me reprova
Decorei toda lição
Não errei nenhuma questão
Não aprendi nada de bom
Mas tirei dez (boa filhão!)
Quase tudo que aprendi, amanhã eu já esqueci
Decorei, copiei, memorizei, mas não entendi
Quase tudo que aprendi, amanhã eu já esqueci
Decorei, copiei, memorizei, mas não entendi

Decoreba: esse é o método de ensino


Eles me tratam como ameba e assim eu num raciocino
Não aprendo as causas e conseqüências só decoro os fatos
Desse jeito até história fica chato
Mas os velhos me disseram que o "porque" é o segredo
Então quando eu num entendo nada, eu levanto o dedo
Porque eu quero usar a mente pra ficar inteligente
Eu sei que ainda num sou gente grande, mas eu já sou gente
E sei que o estudo é uma coisa boa
O problema é que sem motivação a gente enjoa
O sistema bota um monte de abobrinha no programa
Mas pra aprender a ser um ingonorante (...)
Ah, um ignorante, por mim eu nem saía da minha cama (Ah, deixa eu dormir)
Eu gosto dos professores e eu preciso de um mestre
Mas eu prefiro que eles me ensinem alguma coisa que preste
- O que é corrupção? Pra que serve um deputado?
Não me diga que o Brasil foi descoberto por acaso!
Ou que a minhoca é hermafrodita
Ou sobre a tênia solitária.
Não me faça decorar as capitanias hereditárias!! (...)
Vamos fugir dessa jaula!
"Hoje eu tô feliz" (matou o presidente?)
Não. A aula
Matei a aula porque num dava
Eu não agüentava mais
E fui escutar o Pensador escondido dos meus pais
Mas se eles fossem da minha idade eles entenderiam
(Esse num é o valor que um aluno merecia!)
Íííh... Sujô (Hein?)
O inspetor!
(Acabou a farra, já pra sala do coordenador!)
Achei que ia ser suspenso mas era só pra conversar
E me disseram que a escola era meu segundo lar
E é verdade, eu aprendo muita coisa realmente
Faço amigos, conheço gente, mas não quero estudar pra sempre!
Então eu vou passar de ano
Não tenho outra saída
Mas o ideal é que a escola me prepare pra vida
Discutindo e ensinando os problemas atuais
E não me dando as mesmas aulas que eles deram pros meus pais
Com matérias das quais eles não lembram mais nada

E quando eu tiro dez é sempre a mesma palhaçada

Refrão

Encarem as crianças com mais seriedade
Pois na escola é onde formamos nossa personalidade
Vocês tratam a educação como um negócio onde a ganância a exploração e a indiferença são sócios
Quem devia lucrar só é prejudicado
Assim cês vão criar uma geração de revoltados
Tá tudo errado e eu já tou de saco cheio
Agora me dá minha bola e deixa eu ir embora pro recreio...

Comentário:

"Adorei a letra dessa música, que foi gravada em 1995, mas que ainda pode ser usada como exemplo para a educação do nosso país, pois é exatamente isso que ainda acontece.
Educação é onde tudo começa, é onde tudo se constrói, mas com o sistema que existe chamado “Decoreba” não acredito que isso vá tão longe.
Não que não seja importante saber do nosso passado ou de contas que nunca pensamos que existiam, enfim o que ensinam, mas acho que tem um limite, deveriam é ensinar coisas que servissem pro futuro.
Como, por exemplo, faço curso de administração e estou aprendendo contabilidade, meu professor é super inteligente e graças a Deus, ele não usa o sistema e conversamos bastante, durante a aula sobre o que acontece no mundo, aí que vemos a importância da contabilidade no dia a dia, ou seja, ele implementa questões do dia a dia no nosso aprendizado, e isso não nos atrapalha, pelo contrário, acabamos aprendendo e não decorando.
Invés de ensinarem equações matemáticas, super complicadas, não ensinam como calcular o imposto que somos obrigados a pagar todos os anos?
Por que não nos implicam o motivo desses impostos?
Por que não ensinam a função dos cargos políticos, para quando os jovens forem votar saberem do que e com quem reclamar se nada for feito durante a candidatura?
Por que não ensinam a viver?"


"Hoje eu aprendi, amanhã já esqueci!"
Reflita =D

Sonhos

2 comentários

so.nho
sm (lat somniu)
1 Representação em nossa mente de alguma coisa ou fato, enquanto dormimos.
2 Coisa imaginada, mas sem existência real no mundo dos sentidos.
3 Coisa ou pessoa vista ou imaginada durante o sono.
4 Imaginação sem fundamento, seqüência de idéias vãs e incoerentes, às quais o espírito se entrega; devaneio, fantasia, ilusão, utopia.
5
Ficções comparáveis a um sonho e a que muitas pessoas se entregam mesmo acordadas.
6 Coisa vã, fútil, transitória, sem consistência, sem alcance , sem duração.
7 Coisa vaporosa e inconsistente; visão.
8 Recordação de coisa efêmera e que pouca impressão deixou na alma.
9 Idéia com a qual nos orgulhamos; idéia que alimentamos; pensamento dominante que seguimos com interesse ou paixão.

Fonte: Dicionário da Língua Portuguesa – Michaelis

Freud acreditava que nos sonhos há a parte que tem sentido de fachada e a outra realidade, que podem ser chamadas de manifesto e latente. A fachada é uma espécie de despiste e a latente é o desejo do sonhador por trás dos absurdos do sonho.

Fonte: Wikipédia

E eu ?
Sonhos simplesmente nos iludem!
Levam-nos numa realidade que não podemos alcançar, as vezes nos traz um mundo que nem existe.
Alguns sonhos são pecados, outros pesadelos.
Sonhamos até com o futuro que queremos.
Os sonhos nos fazem acreditar que é possível, mesmo quando você mesmo já desistiu de lutar, de conquistar.
Sonhos podem ser (66.
Sonhos que nos levam até o emprego que desejamos, o amor que queremos, que nos levam aos nossos mais secretos desejos.
Muitas pessoas confiam em sonhos como “premonição”, sorte.
Eu acredito que sonhos são o nosso subconsciente querendo lembrar coisas importantes, assuntos do dia a dia, acontecimentos que você queria esquecer, pensa que esqueceu, mas assim que você coloca a cabeça no travesseiro, seu subconsciente te faz recordar.
Sonhos que você tem e fazem você até acreditar que é verdade e você acorda até mais feliz, mais realizada.
Você até pode sentir aquele prazer, até pode sentir aquele momento de alegria, ou dependendo do sonho, tristeza, medo.

"Como se sonha? Imagina uma cena bastante realista sobre o que você quer, usando seus 5 sentidos a todo momento".

Israel Ziller

Bons Sonhos!!!

sexta-feira, 3 de setembro de 2010

O Ladrão de Raios - Rick Riordan

2 comentários
Minha Resenha:

Fantástico!
Como muita gente que eu conheço, eu tinha certo preconceito por Percy Jackson, por achar que se tratava de mais uma historinha, estilo HP, mas depois que assisti ao filme, fiquei encantada pela história e quando fui comprar o livro na Bienal até ia comprar os dois primeiros livros da coleção, mas ainda tinha certo receio de não gostar do livro, me arrependi profundamente de não ter comprado a coleção inteira.=p
O livro faz uma viagem pela mitologia grega, nunca li livros (nem nada, aliás) sobre o assunto, mas fiquei curiosa para saber mais sobre as histórias dos deuses, pois me passou a sensação de serem histórias fascinantes.
Sem perceber, fiquei envolvida pela história de Rick Riordan que me fez sentir medo, sentimento de amizade, que teve também aquele clímax, que em minha opinião é essencial para prender o leitor numa grande história.
Só não foi melhor porque eu já havia assistido ao filme, então já sabia algumas coisas que iriam acontecer, mas eu gostei bastante.
Recomendo tanto o filme quanto o livro, só que leiam primeiro, antes de assistirem. Kkk
E não vejo a hora de ler o resto da coleção.

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

E já está a veeenda na Editora Record.

0 comentários
Já está a venda na Editora Record, o novo livro da escritora Tess Gerritsen.
Eu aguardei tanto esse momento quanto recebi o email, quase chorei *-*.
Estou ansiosa.
Só pra ficarem com vontade:

PECCAVI: A palavra em latim está escrita com sangue... Eu pequei.
Velas, um círculo desenhado com o que parecia ser giz vermelho e uma série de outros símbolos misteriosos compõem o cenário onde Lori-Ann Tucker foi brutalmente assassinada.
A detetive Jane Rizzoli e a patologista Maura Isles são chamadas à cena do crime. Mas elas não imaginam o que encontrarão pela frente: um inimigo muito mais perigoso do que qualquer outro que já tenham enfrentado, alguém cujo trabalho está apenas começando.

Durante a investigação, a policial Eve Kassovitz, que também trabalhava no caso, é encontrada morta. Ao que parece, os crimes estariam relacionados a rituais satânicos, e um detalhe indica o principal suspeito: o corpo da segunda vítima foi encontrado no jardim da mansão de Antony Sansone, um poderoso homem, membro da intrigante Fundação Mefisto, organização que estuda as forças ocultas.
Com a descoberta do cadáver na casa de Sansone, acredita-se que algo maligno está por trás dos assassinatos, e logo todos na fundação começam a temer seu próprio objeto de estudo. Será que o maníaco assassino está entre eles? Ou eles inadvertidamente convocaram das trevas uma entidade maléfica? Profundamente envolvidas no caso mais misterioso e incomum de suas carreiras, Maura e Jane embarcam em uma jornada aterradora em direção ao mal.

Preço:R$ 42,90

Editora Record

Me mandaram uma prévia, mas nem li, porque quero comprar o livro logo, então =D
E assim que eu ler, já sabem né, minha opinião sobre o livro, vai estar aqui.